Seu nome:

Seu e-mail:

 
 
 
 

 
 


Pacotes de Roteiros

Estes trajetos estão sujeitos a alteração previa sob o crivo dos técnicos que iram conduzir no trajeto o grupo por medidas de segurança do passeio com a participação do grupo o que será registrado para evitar qualquer particularidade de destino que prejudique o interesse, segurança e lazer.

 

O ponto de partida será oportunamente convencionado comum do grupo.

 

>> Prainha

Grupo mínimo de cinco (5) pessoas, preço médio R$40 reais por pessoa, cerca de quatro (4) horas de trilha além de um banho de mar após o passeio.

Esta trilha começa na entrada do Parque da Prainha, bem em frente ao mar e segue por dentro da Mata Atlântica até se atingir o cume onde há um belo mirante, com vista para toda região da Barra da Tijuca, maciço da Tijuca, Recreio dos Bandeirantes e a inesquecível vista da praia da Prainha. É uma trilha muito tranqüila cuja biodiversidade é encantadora. O parque se mantém em boa forma com chuveiros e toaletes.

A Prainha é muito procurada por surfistas e banhistas que gostam da natureza e belas paisagens, pois a praia é área de preservação ambiental, não sendo assim permitido nenhum tipo de construção residencial ou comercial.  Na volta do percurso, um banho neste lugar é parada obrigatória.

 

>> Morro da Urca

Grupo mínimo de seis (6) pessoas, preço médio R$40 reais, cerca de cinco (5) horas de trilha. Neste percurso pode-se acrescentar um “rapel” com uma exuberante paisagem, tornando o valor do passeio em R$ 60,00 (sessenta reais) por conta do transporte, do equipamento que ofereceremos Tendo o passeio sido acompanhado do rapel, aconselha-se chegar as sete (7) horas ao invés de 8 horas.

 

Esse percurso tem inicio no "Caminho do Bem-te-vi", que contem aproximadamente 1250 metros, contornando o pé da trilha para o Morro da Urca. Neste caminho encontra-se praticantes de esportes desde os corredores, ciclistas e principalmente alpinistas, que aproveitam o verde tranqüilidade para se divertirem.

Poderemos observar pássaros como o Tiê sangue, Sanhaços, Saíras e Bem - te - vis, além de vários micos Estrela.

 

A trilha no começo é um pouco puxada, mas alterna-se com partes leves, levando cerca de cinqüenta (50) minutos para alcançarmos o platô onde temos uma bela vista de Botafogo, Flamengo, Centro e a Baía. A partir daí seguiremos a trilha em direção ao Morro da Urca, onde fica o primeiro estágio do bondinho. Caso estejam cansados é possível retornar a praia pela mesma trilha ou de bondinho.

 

>> Cachoeira das Almas

Grupo mínimo de cinco (5) pessoas, preço médio R$40 reais, cerca de quatro (4) horas de trilha.

 

Até encontrar a exuberante Cachoeira das Almas, cujo banho não é permitido, percorremos longos trechos de Mata Atlântica visualizando rios, animais nativos da mata que é bem fechada, Com Palmeiras, Eucaliptos, formações geológicas. O Circuito é formado por 4 trilhas: Trilha do Mesquita, Trilha da Lagartixa, Caminho das Almas e Caminho do Leopoldo.

 

>> Parque da Cidade - Horto

Grupo mínimo de cinco (5) pessoas, preço médio R$40 reais, cerca de quatro (4) horas de trilha.

 

Esta bela travessia se inicia na Gávea, no Parque da cidade, e termina no Horto, passando atrás do Jardim Botânico. Era um caminho muito utilizado pela coroa e por fazendeiros na cidade na época do império servindo de ligação entre esses dois bairros.

A caminhada por este trajeto é bem leve e as paisagens ao longo do percurso atravessando a verdadeira Mata Atlântica, compõem fragmentos históricos e fantásticos.

 

>> Pedra Bonita

Grupo mínimo de seis (6) pessoas, preço médio R$40 reais, cerca de cinco (5) horas de trilha.

 

A atividade tem inicio no primeiro estacionamento da rampa de vôo, onde temos uma visão completa de São Conrado, e podemos ver os saltos de vôo livre.

 

Uma trilha fácil, que uma vista maravilhosa da Zona Sul, Barra da Tijuca e São Conrado. Ao longo do trajeto, passamos pela Agulhinha da Gávea, Rampa de Vôo Livre da Pedra Bonita e o Topo da Pedra Bonita, de onde a paisagem é deslumbrante, a visão que temos é da Pedra da Gávea, Barra da Tijuca, Zona Sul e talvez Niterói, dependendo das condições climáticas. E é no topo que podemos descansar, e não cansar de ver uma das melhores vistas do Rio de Janeiro.

 

>> Pedra do Conde

Grupo mínimo de seis (6) pessoas, preço médio R$40,00 reais, cerca de cinco (5) horas de trilha.

 

Pedra Redonda era nome dado muitas vezes a Pedra do Conde pelo seu formato incontestável, este percurso tem inicio no Parque da Tijuca, perto da Capela Mayrink. A subida é bem leve, apesar de encontrar logo no fim do percurso um grau elevado de subida, porem a vista ao longo do caminho vale a pena. A vista da Pedra do Conde é inconfundível, para Tijuca Mirim, Andaraí e outro pico de altura semelhante, o Pico da Tijuca. Havendo disposição do grupo, podemos estender o passeio até o Pico Anhangüera, que podemos ter uma visão completa da Zona Norte do Rio.

 

>> Açude e Cachoeira do Camorim

Grupo mínimo de seis (6) pessoas, preço médio R$40 reais,  cerca de cinco (5) horas de trilha.

 

Uma caminhada muito prazerosa com um nível médio de dificuldade pois há longos trechos ingrimes, cruzando vários riachos, que nos faz chegar á um açude (Açude do Camorim) que possue uma extensão de 25% da lagoa Rodrigo de Freitas, a mais de 400 metros acima do nível do mar em meio as montanhas. Somando a isso a fauna e flora local fenomenal. Já na volta do trajeto, retornamos pela Cachoeira do Camorim (sem mergulhar, pois estas águas são consumidas mais a baixo), observando a pureza das águas de uma fantástica queda d' água e em alguns trechos a paisagem de Jacarepaguá e Barra da Tijuca.

 

>> Praia do Perigoso - Pedra da Tartaruga

Grupo mínimo de seis (6) pessoas, preço médio R$ 40,00 reais, cerca de cinco (5) horas de trilha, com opção para Rapel (60,00 reais – 6 horas).

 

O mais prazeroso desta aventura é percorrer todo o caminho entre o mar e a montanha, observando a diversidade de pássaros e plantas, alem de arvores frutíferas ao longo do caminho. Iniciada na praia da Barra de Guaratiba, a praia do perigoso é um local muito escolhido por pessoas que gostam de acampar, pois o som do mar toma conta da região. Alem de curtir um visual da Barra da Tijuca, Recreio, outras praias isoladas e o Grumari, na cabeça da Tartaruga (acima da pedra da Tartaruga). E nessa Cabeça é podemos deslizar pelas cordas a uma altura de 25 metros até a base, sendo 20 metros por um ponto negativo (isto é, sem contato com rocha). 

 

A trilha é na maioria do trajeto plana, tendo em alguns trechos desníveis, pedras, fontes de água natural e uma pequena ilha à direita com um farol (digna de uma bela fotografia). Logo no seu inicio já é possível avistar o ponto de chegada, um monte de pedras e terra, cujo formato assemelha-se com uma tartaruga. E é no monte onde a subida é um pouco puxada, porem curta.  

 

 

 

 

>> Açude da Solidão - Cova da Onça

Grupo mínimo de 6 pessoas, preço médio de R$ 40,00 reais, cerca de cinco (5) horas de trilha.

 

A Trilha da Cova da Onça é, uma trilha muito usada por aqueles que pretendem ir a outros lugares como o Bosque dos Eucaliptos e os Castelos da Taquara, além de outros lugares que a Floresta oferece. Esta trilha leve na maior parte do percurso, é extensa, porém muito tranqüila, o que a torna muito agradável para sentir a natureza e o canto dos pássaros regionais. O grande diferencial deste percurso é a ponte suspensa de cabos e madeiras transversais (ponte pensil), que atravessamos obrigatoriamente sobre um rio até chegar ao Açude da Solidão.

 

>> Pico da Cocanha

Grupo mínimo de seis )6) pessoas, preço médio de R$40,00 reais, cerca de seis (6) horas de trilha.

 

Até a chega da deste pico, na Floresta da Tijuca, passamos por um longo trajeto repleto de caminhos rochosos, grutas, mata fechada, trechos planos e bastante ingremes.  Essa caminhada é muito tranqüila ate chegarmos bem perto do pico, pois a partir de lá o trecho fica íngrime e úmido, o que dificulta um pouco o acesso. Porem, ao chegar no topo do pico temos uma fantástica vista de Jacarepaguá, maciço da Pedra Branca, Zona Sul, Zona Norte e até a Região Serrana, tudo isso a cerca de 975 metros acima do nível do mar.

 

>> Pico do Papagaio

Grupo mínimo de 6 pessoas, preço 40 reais,  entre 5 e 6hrs de trilha, com opção para Rapel (R$60,00 reais por pessoa).

 

Até a chegada deste pico, na Floresta da Tijuca,  percorreremos um longo trajeto tranqüilo e de mata fechada. Porem ao chegarmos próximo do pico, nosso trajeto fica íngrime, com raízes, pedras, galhos e arvores caídas. Quando alcançarmos o topo do Pico do Papagaio, avistaremos um bom pedaço da Barra Tijuca, Jacarepaguá, o Maciço da Pedra Branca, Zona Norte e Zona Sul, tudo isso a espetaculares 990 metros de altura.

O mais legal desta aventura é poder deslizar por uma corda de rapel a esta altura avistando uma grande parte da floresta, e de todo o visual ao redor, por cerca de 25 metros ate uma base rochosa que tem caminho para o pico novamente.

 

>> Pico da Tijuca

Grupo mínimo de seis (6) pessoas, preço médio de R$40,00 reais, entre cinco (5) e seis (6) horas de trilha.

 

Este Pico situado no centro da Floresta da Tijuca é o Pico mais alto de toda a floresta que possui 1020 metros de altitude.

Para chegarmos até ela, é necessário percorrer uma longa caminhada ate chegar à escadaria de pedra construída pelas mãos de trabalhadores braçais, apenas para receber uma Rei Europeu, que ao avistar a exuberância do rochedo, pode desfrutar do seu hobby, o alpinismo, subindo pelo outro lado, ignorando assim a escada construída com tanto esforço. E do topo do pico, podemos descansar a vontade e observar, conforme o bom tempo, a Zona Norte, Zona Sul, Baia de Guanabara e arredores, Região Serrana, e toda a bela cidade nos mínimos detalhes.

 

>> Pedra da Gávea

Grupo mínimo de seis (6( pessoas, preço médio de R$ 60,00 reais,  entre sete (7) e oito (8) horas de trilha.

 

Esta é, com certeza uma das mais cansativas e compensadoras caminhadas de toda a cidade. Passamos por trilhas que são bastante ingrimes e cansativas. Auxiliados por equipamentos de segurança, caminhamos por cerca de duas (2) a (3) horas, deslumbrando-se com a vista que despenca sob nossos olhos ao longo da subida, avistamos toda a Barra da Tijuca, Jacarepaguá, Zona Sul,  Centro, Niterói e a Região Serrana.  Ao chegar ao topo, aproximadamente 842 metros de altitude, descansamos e sentimos a gloria de estar em um dos pontos mais belos do Rio de Janeiro.